segunda-feira, junho 19, 2006

O Amor de Selma














Eli Heil : Artista autodidata catarinense, nascida em Palhoça, em 1929. Dona de intensa produção artistica, com trabalhos desenvolvidos na pintura, cerâmica, escultura, desenho e tapeçaria. Estima-se em mais de duas mil obras, a composição de seu acêrvo, que pode ser admirado no Museu Mundo Ovo, de sua propriedade e situado em Santo Antonio de Lisboa, na Rodovia SC-401. Destaca-se como referência turística no estado. Muitos de seus trabalhos foram premiados e vistos em exposições no exterior. (Fonte de Consulta: Guia Floripa, Secretaria Municipal de Turismo, Universia Brasil, City Brazil - Pontos Turísticos )
****************************************************************
Olá!
Meus Caros Amigos, agradeço muito pelas visitas e os comentários deixados no blog. Passei para deixar colado no mural, o mais recente texto de minha safra "literária". Desejo para todos uma ótima segunda-feira.
Ps: No final de semana, começaram a montar as barracas para a feira do livro da Praça Serzedelo Correia, em Copacabana. Gosto da feira, participei durante quatro anos, sendo barraqueiro, utilizava sob os meus cuidados o selo da Edições Graal, na época ainda pertencia ao ex-deputado Max da Costa Santos e gerenciada pelo grande editor Paul J. Cristoph; mais tarde foi adquirida pelo empresário Fernando Gasparian, proprietário da Editora Paz e Terra.
--------------------------------------------------------------------------

Os pais souberam de sua decisão, sem muitos detalhes em um bilhete deixado pregado na porta da geladeira, lido, após a volta da missa. Selma informava, que a mudança de casa, seria no sábado.No mais, era silêncio. Largaria, mais uma vez, tudo em nome do novo amor.Sempre foi assim, desde de menina. Quando os estudos foram deixados de lado, pois, ficariam para uma próxima oportunidade, que ela imaginava ser, em um tempo bem distante, logo após, os sonhos de casar e ser mãe.Não gostava de freqüentar à escola, tampouco, de ficar estudando, lendo.Vez por outra, para distrair, pegava emprestado de sua avó, alguns romances da coleção Biblioteca das Moças, adorava aqueles livros com final feliz. Os livros preferidos eram os de M Delly.

Desde criança, nas brincadeiras com as bonecas, tinha muitas; ou com as amiguinhas, na escola ou na pracinha, imaginava, quando tivesse um marido, encontraria a felicidade. Seria um marido que a fizesse sonhar, sempre lindos sonhos de amor.Um marido para toda a vida. Maria Cristina, sua amiga de infância, jura que ela, falava e sonhava com príncipes e alguns poucos sapos.

Imaginava ser mãe de muitos filhos, inclusive, teria escolhido alguns nomes, os mesmos dos bonecos de seu quarto.Imaginava viver em um reino de fantasia e de riquezas. Rainha de um lar doce lar, para quem sempre nas brincadeiras de menina, se imaginava uma princesa.Moraria em castelos e na Europa.Viajaria em carros possantes e modernos, antigas carruagens imaginadas na infância.

Em um baile, nos salões do clube, conheceu Pedro, garoto sonhador, para as meninas da turma, parecia um principe, a tirou para dançar, naquela tarde. Não pararam de dançar e de namorar.Ficaram de mãos dadas.Trocaram beijos e afagos. Em silêncio, conversaram por muito tempo.Juras de amor, de eterno amor. Pintaram sonhos inesquecíveis e coloriram ilusões.O casamento em uma grande festa, era um desejo.Em um dia de chuva, diante do espelho, colocou uma flor no cabelo. Ficou linda como uma rainha. Sua melhor amiga, um convite para ser madrinha. Promessas, muitas. Acreditou em todas, tudo em nome do amor.

Do amor sonhado nas telas de cinema, nas páginas das revistas recortadas, dos galãs das novelas de tv, dos inúmeros amores idealizados, sonhados e perdidos.Selma,sempre acreditou que o próximo amor de sua vida, encontraria a felicidade, mesmo que não fosse para sempre, insistiria. Selma depois da mundança, tinha acabado de colocar em um canto no quarto do casal, uma grande caixa, ali, estavam embrulhados sonhos e desilusões.



23 comentários:

Janaina Staciarini disse...

Eba!! Primeirinha!
Wilton, como é que se coloca desilusões e sonhos perdidos em uma caixa?
Acho que toda mulher é um pouco Selma, não é?
Mesmo que tenhamos carreira, estudo... somos Selmas. Sempre selmas, procurando príncipes...

Saramar disse...

Ah! Wilton. Não terá trocado o nome da personagem? Creio que me vi inteira nela. Acreditando sempre, buscando amores infinitos, sonhos, sonhos....

Beijos
P.S. Muito obrigada por sua imensa gentileza e pelos exageros.

Vera Fróes disse...

Wilton, ainda bem que eu encontrei o meu amor senão seria uma Selma na vida. Meus sonhos são outros agora.

Bjos.

Lia Noronha disse...

Wilton: essa busca do amor perfeito...nos arrasta pelo Universo Literário...beijos carinhosos com saudades.

Jôka P. disse...

Amigo, aminha mãe, Gigi,sempre conta que quando era mocinha, lia esses livros de M Delly ( que seria Madame Delly, mas na verdade eram escritos por um homem )!
Quando começará mesmo a feira do livro da praça Serzedello Correa ?
Segunda próxima ?
Quem sabe vou ter o prazer de vê-lo por lá, com sua barba inconfundível !
Quero lhe agradecer de coração as palavras de apoio e estímulo que deixou pra nós, em virtude da matéria do Globo.
Abraços do amigo
Jôka P.
:)

Wilton disse...

Olá!
Janaína, obrigado pela visita e o comentário.Querida, também não sei muito bem como se coloca sonhos e desilusões em uma caixa.Beijos e um grande abraço.

Wilton disse...

Olá!
Saramar agradeço pela visita.Querida,não cometi exageros em relação a foto, é apenas uma constatação.Ao escrever o texto,pude de alguma forma fazer uma aproximação com o unviverso feminino, o que me deixa muito satisfeito.Beijos.

Wilton disse...

Olá!
Vera querida, gosto muito de sua presença e de seu comentário feito aqui neste espaço.Agradeço pela visita. Um grande abraço.

Wilton disse...

Linda Lia, obrigado pela encantadora presença no cotidiano da Quitanda. Beijos.

Wilton disse...

Olá!
Amigo Jôka, é verdade que inúmeras leitoras faziam esta confusão, identificando equivocadamente a autoria da obra como Madame Delly, no entanto, tratava-se do pseudônimo do casal de irmãos franceses Frédéric e Jeanne Marie. A coleção foi editada pela Companhia Editora Nacional.A Feira do Livro começou nesta segunda-feira; querido amigo não participo de feiras por mais de uma década, atualmente apareço mais como consumidor. Obrigado por sua visita.Um forte abraço.

Jane Marques disse...

Querido Wilton, passei para retribuir o carinho e o abraço!
Beijos

Silvio Vasconcellos disse...

A busca de Selma é a busca de todos nossos sonhos. quantos de nós já sonhamos em deixar um bilhete: Fui!

Fui atrás do amor, da esperança, do desejo, da intensidade que a inércia refuta.

Um grande abraço e obrigado por estar acompanhando minha série Atrás de Seus Olhos. Lá, num mesmo local, mentes mentem aos outros e a si mesmas.

Sílvio

Tata disse...

Essa história não me é estranha...
Bjs n'alma

Rono Figueiredo disse...

Obrigado por ter colocado meu site na sua lista de indicados. Gostei muito da organização do seu tb.
Um abraço
www.ronofigueiredo.blogspot.com

Jonas Prochownik disse...

Wilton, gosto muito dos trabalhos da Eli Heil. Um abraco e bom fim de semana do amigo Jonas.

reflexoes depois disse...

Beleza aqui se encontra muito, não?
Beijos

Laura disse...

esta selma lenbra mtas mulheres conhecidas, não é? gostei do seu texto, querido, continue escrevendo. Bjs laura

Laura disse...

Voltei para dizer que tenho saudades dos tempos da feira. Comprava tantos livros...

Mércia disse...

Sonhos podem trazer desilusões, mas, como viver sem eles?
Uma semana maravilhosa pra vc e seus amores, Wilton!
Bjos...muitas alegrias.

Sérgio Lúcio Maria disse...

Olá!
Meu nome é Sergio Lucio Maria, sou o autor do quadro "Depressão" do qual fiz para o Premio Arthur Bispo do Rosário, e que vocês postaram em 23 de maio de 2006.
Venho por meio desta me apresentar, já que no blog estava sem referências a meu respeito...
Estou montando um site, ainda em construção, http://sluciomaria.vilabol.uol.com.br

Agradeço se visitarem, e caso queiram entrar em contato, meu email é sergio_lm28@hotmail.com, assim como o msn...
Abração e felicidades!!!
Sérgio Lúcio Maria

Sérgio Lúcio Maria disse...

Olá!
Quero deixar claro que "sem referências" é sobre não me conhecerem...
Bom, agora já conhecem...
Bração
Sérgio

Anônimo disse...

Excellent, love it! florida divorce decree records Dailmer chrysler attorney divorce family lawyer Search php q ultram English rose silver pattern Kate spade cosmetic case Business class air fare hartford airport connecticut infiniti mp3 Happy hentai bondage galleries Interactive anime porn porn Online payment car loan Business e existing firm incorporate into plan divorce in reno nevada 2003 infiniti g35 and review Cheap vacation destination plastic card printers audio and video surveillance system southern california divorce lawyer south dakota divorce attorneys

Anônimo disse...

best regards, nice info » »