quinta-feira, dezembro 21, 2006

De volta ao aconchego da Quitanda.

Analice Uchôa: Uma talentosa artista, graduada em Psicologia, surgida nos anos 80, em exposições realizadas na Feira de Arte e Artesanato, localizada na Praça da República, na cidade de São Paulo. Dali, o caminho para sucesso e o reconhecimento de uma grande artista, foi participar de exposições na Paraíba, no final dos anos 90. Passa também por Recife com grande sucesso. Selecionada como expositora no Salão Municipal de Artes Plásticas e para outros eventos como a exposição individual no Casarão de Azulejos, com o título "O Pulo do Gato". (Fonte consultada: Governo da Paraíba, em 12/11/2003) - Imagem da pintura da artista em www.shoppingpb.com (Galeria Gamela de Arte, Vida e Arte, Oscar D`Ambrosio)

Queridos leitores, estou de volta após uma breve experiência em uma livraria de livros usados, no bairro do Catete, um dos bairros da zona sul do Rio de Janeiro. Realmente fiquei sem tempo para navegar, visitar os amigos blogueiros ou escrever no blog. Não pude nem registrar a presença de Ricardão em minha vida, a partir do final de outubro. Prometo mostrar flagrantes de Ricardão nos braços de Marilene ou deitado em nossa cama. Fiquei encantado com os olhos verdes de Ricardão e por sua careca, aliás, dou vários beijos quando encontro com ele aqui em casa. Ele me encara e sorri com um sorriso totalmente sem dentes. São dois netos, Ramom e Ricardo. Ramom, sem dúvida, é um capitulo a parte, mas ficará para a próxima postagem.

Meu retorno ao livro foi um momento em que pude realizar ou completar a minha última etapa em meu ciclo como profissional do livro. Encerrei esta experiência no final do mês de novembro e foi muito gratificante, pois, encontrei com várias pessoas, desde Rizzo, o meu primeiro gerente na Livraria Interciência, antigos clientes/leitores, o livreiro Jô da Uerj, professores, pesquisadores e colegas sociólogos; editores, como: o vascaíno Pontes e o editor-assistente, poeta intelectual Jorge, da Martins Editora Livraria, que passou um bom tempo em Portugal. Conheci pessoas interessantes de diversas áreas.

Certo dia pela manhã, fui presenteado pelo representante de vendas da editora paulista Landmark, com A Divina Comédia, uma edição bilíngüe. No dia anterior conversamos sobre o mercado de livros do Rio de Janeiro, passei algumas informações, parece que ficou satisfeito. Revi o escritor e astrólogo Pedro Tornaghi, atualmente trabalha, divulgando técnicas de meditação; papeamos sobre livros e a Espaço e Tempo, principalmente sobre a fantástica editora Rose Marie Muraro, uma mulher extraordinária. Trabalhamos na mesma casa editorial, ele como autor e responsável por uma coleção de esotéricos e eu, pelo setor comercial. Uma pena tudo foi abortado com a saída de Rose e Fernando Sá. Trabalhei na editora com Herbert Daniel e seu companheiro, o artista plástico Claudio Mesquita.

Conheci na livraria, o escritor angolano Zetho Cunha Gonçalves, uma pessoa extremamente simpática conversamos sobre a vida literária portuguesa, especialmente sobre a escritora portuguesa Sophia de Mello Breyner, sua militância e sobre o engajamento de seu marido, o advogado e jornalista Francisco Sousa Tavares. Comentamos sobre, o jornalista português Miguel Sousa Tavares, filho do casal e autor do elogiado romance histórico “Equador”, lançado no Brasil, pela Nova Fronteira. Zetho comprou livros de autores brasileiros, comentou sobre o lançamento de seu livro infanto-juvenil “Debaixo do Arco-Íris não passa ninguém”, na noite anterior na Casa de Cultura Laura Alvim, um dos títulos do catálogo da nova Editora Língua Geral, que tem entre os sócios, o escritor angolano José Eduardo Agualusa. No dia seguinte a nossa conversa, Zetho, viajaria para Ouro Preto. Conheci pesquisadores e contribuí como profissional do livro, ou melhor, como livreiro, com indicações de livros. Minha memória colaborou muito, pois, lembrei de títulos, autores e temas. Meu ultimo atendimento a clientes, foi para uma pesquisadora negra, moradora no interior do Estado do Rio, que queria material sobre o TEN, lembrei de imediato de Damas Negras, livro editado pela Mauad, de autoria da jornalista Sandra Almada. Mostrei também livros de Abdias do Nascimento.

Foi um momento muito bom, organizei as prateleiras/seções como era a proposta inicial de minha atuação na livraria. Minha atuação foi principalmente de um livreiro, pude confirmar a necessidade do profissional do livro carregar uma boa ou sólida bagagem intelectual para atender um público bem heterogêneo de leitores com diferentes matizes. Importante possuir uma boa cultura livresca. Caso contrário, ou não atende bem ou fica totalmente perdido diante dos clientes e dos livros. Ao me desligar da livraria, agradeci ao seu proprietário, o livreiro Antonio Augusto Seabra, pela oportunidade de retornar ao interesse pelo mercado de livros. Conversei sobre a minha idéia de investigar a historiografia editorial brasileira, de imediato, ele me cedeu dois livros de José Otávio Bertaso, de seu acervo particular. Foi um incentivo. Não conhecia Antonio, mas tive um prazer em trabalhar em sua livraria. Nada ficou fechado entre nós, as portas e janelas estão abertas para mim. Sou o único profissional do livro, no Rio de Janeiro, com experiência em vários segmentos.

Mãos à obra.

Comecei, no dia seguinte a inventariar o universo editorial brasileiro, mesmo de modo fragmentado esteve sempre presente de modo estampado, colado e impresso nos corredores e balcões da Quitanda.

Nota: Agradecimento especial a todos amigos blogueiros, leitores que passaram pela Quitanda, deixaram recados, sentiram a minha ausência. Estava sem tempo, Ramom quando aparece quer exclusividade e me obriga a ficar assistindo inúmeras vezes o mesmo dvd Kingdom under the sea. "Reino Submarino".

16 comentários:

denise disse...

Que bom que voltaste!
Fico honrada em visitar o espaço de tão ilustre pessoa, he he! O universo do livro me encanta, mas não tenho essa tua bagagem. Admiro muito teu trabalho e sensibilidade artística.

Ah, mas fala sério: neto é tudo de bom, né, fala aí!

Estou em novo endereço: http://drang.wordpress.com/

abraço, garoto

Jonas Prochownik disse...

Parabens pelo Ramon. Espero que curta bastante o Neto! Desejo Natal feliz e um otimo ano Novo. Abrs. do amigo Jonas.

Laura disse...

Até que enfim dá uma alô geral, porque...
bom te ver de novo aqui.
parabéns pelos netinhos, vc é oavô mais coruja que eu conheço.
Um Bj na família toda, Laura

Silvio Vasconcellos disse...

...E na noite de Natal
Antes da ceia tão esperada
Faça a pergunta fundamental:
Consegui fazer o menino sorrir
Ou deixei o ano passar igual?

Feliz Natal 2006

Sílvio Vasconcellos

Anônimo disse...

Este blog é muito bom e dá muito prazer de ler,é como se a gente se debruçasse numa janela para ver os textos passarem,tal qual as musas do Chico em suas músicas.
Muito obrigada pela visita ao meu blog,volte sempre lá,fico feliz quando me visitam.
Feliz Natal e Feliz 2007 para vc e para os seus.

Neide disse...

Esqueci de colocar meu nome,eu não sou anônima não,fui eu quem falou das musas de Chico na janela.

Saramar disse...

Wilton, meu querido amigo, isso sim é presente de natal.
Finalmente de volta. Você fez tanta falta!

Bem na hora para lhe desejar feliz natal e à sua maravilhosa família.
Que o Menino-Deus abençoe você, sua esposa, seus filhos e Sua Majestade, Ramon, o Lindo.
Desejo-lhes a todos um natal cheio de presentes de amor, carinho e paz.

beijos

Jane Marques disse...

Querido, Feliz Natal!!!
Bjs

Márcia Lustosa disse...

Oi querido amigo, que prazer tê-lo de volta, é mesmo um bom presente de Natal.
Quero lhe desejar a você e toda família, em especial ao príncipe Ramon, um Natal cheio de muito amor, paz e um Ano Novo de muita prosperidade. Que o menino Jesus derrame muitas bençãos sobre vocês.
Bjãoooo e fique com Deus.

Jôka P. disse...

Wilton, Marilene, Ramon e família,
um Feliz Natal e um 2007 espetacular pra vocês !
Abç!

Vera Fróes disse...

Wilton, vc volta e nem avisa os amigos?

Parabéns pela chegada do Ricardão, que ele dê a vc e a Marilene tantas alegrias como o Ramom dá.

Desejo a vc e toda a sua família...

http://thumbsnap.com/v/brfkpj0B.jpg

Bjos.

Lívia Condurú disse...

Wilton.
Adorei reencontrá-lo.
òtimo texto, como sempre.

Muitos beijos em todos.
E um especial em você.
Feliz 2007.
Tudo de melhor para você.

Jôka P. disse...

Amigo Wilton,
um bom domingo pra você e sua família !
Abç!

Jôka P. disse...

Amigo Wilton,
um bom domingo pra você e sua família !
Abç!ADlia !
Abç!

Lia Noronha disse...

Wilton: que bom te encontrar no meu Cotidiano...saudades de chegar no Quitanda e encontrar o varal repleto de Arte!!!!Bjus de boa semana pra vc e sua família.

Ivo Korytowski disse...

Wilton, gostaria de convidá-lo a conhecer meu novo blog em língua inglesa, Rio de Janeiro Around the Year, que pretende divulgar as belezas do Rio ao público internacional. Clique no meu nome que você chegará lá. Se gostar, eu ficaria grato se pudesse incluir um link também pra ele. Isso aumenta sua visibilidade nos sites de busca tipo Google (o Rio merece).