quinta-feira, março 23, 2006

QUITANDA // ANO 1

Vitória Basaia : ( Vitória Ligia Viana Basaia de Carvalho) - Ao passear pela web, encontrei com a pintura desta interessante e premiada artista , nascida no Rio de Janeiro, em 1951. Reside em Cuiabá. (Fonte de Consulta : Galeria de Arte Pellegrim/Chapada dos Guimarães, Arte Popular de Mato Grosso, Jornal Rosa Choque, Guia Gay Brasil, Portal do Estado de Mato Grosso) Ao levantar os dados biográficos, a encontrei, como uma artista identificada com a chamada Arte Incomum, detentora de múltiplas técnicas e com a presença de uma linguagem simbólica expressa pelo erotismo. Uma mulher dinâmica, assumiu como conselheira no Conselho de Cultura de Várzea Grande. Escreveu um livro sobre suas técnicas e pesquisa em arte-educação. Desenvolve projetos em reciclagem do lixo, junto a crianças e trabalhadores de rua. Casada com Júlio César de Carvalho, mãe e avó. Vitória é bem atuante em Mato Grosso, uma grande incentivadora das artes. Importante destacar, é uma artista autodidata. Participou de um projeto, convidada pelo o escritor Ricardo Guilherme Dicke.
((((((((((((((((((((()))))))))))))))))))((((((((((((
Parabéns pra você, nesta data querida...
Penso que, apenas, um simples registro deste momento se faz necessário. Para se compreender como a idéia de blog foi se firmando, amadurecendo junto com o meu desejo de escrever, que não deixo de associar com as minhas limitações de diversas ordens. Na verdade, eu sempre arrumava um jeito de protelar a feitura deste espaço, pois imaginava que assumiria uma feição muito pessoal e com derivações intimistas.Resolvi traduzir e interpretar esta realidade. O resultado foi uma busca no baú, para recolher, catar reminiscências.
Pensei e repensei no decorrer do tempo, que o blog teria de ser assim,como ele é hoje, com a colaração de meu universo, conduzido por uma temática plural, que giraria, à partir de minhas narrativas, combinadas com experiência de vida, através de uma leitura, de um olhar para o meu diário existencial, não importando muito, qual o registro narrativo que predominaria para apresentar ao distinto público. Uma tentativa de se produzir uma escrita diária foi o solo por onde transitei por maior tempo, com o passar dos dias, por motivos diversos, encurtei a minha presença na Quitanda, mas preservei as visitas em blogs e sites.
Uma decisão tomada de imediato, foi abandonar uma postura interpretativa de cunho sociológico, para lidar com uma produção literária veiculadas aos meus textos. Deste modo, fui dando um rosto para o blog. Optei pela cor azul como predominante. pois, é uma cor de meu agrado.
No começo, relutei por bastante tempo, tratei de ler diversos blogs., me debrucei em um interesse maior, nos blogs oriundos da área de comunicação, especialmente, o jornalismo. Foram os primeiros passos dados no sentido de desvendar a blogosfera. Para mim, de imediato, seria um exercicio diário, que começaria a executar de modo que, eu adquirisse uma maior intimidade com os mecanismos da composição de um blog. Não dispunha de vários recursos, no entanto, lancei ao desafio e aos poucos fui obtendo uma satisfação com este convívio, como leitor, visitante e aprendiz.
Tudo mudou com o nascimento de meu neto Ramom, em julho de 2004, sua presença faceira, serelepe, com ares de travesso, diga-se de passagem, foi o maior responsável, pela existência deste espaço. Criou as condições que empurram a minha decisão, de me transformar em blogueiro.Me identifico assim: Sou um blogueiro. Assumi um compromisso comigo e com os eventuais leitores deste espaço, no entanto, inspiração, vontade de escrever, surgem e desaparecem em questão de segundos.A tela ou o papel em branco, diante de mim, é uma dura e triste realidade. Declaro que, nem sempre, este relacionamento, é harmonioso, às vezes, desejava que nem tivesse começado. Esta vontade surge à tona, quando escasseavam idéias e a preguiça assumia integralmente minha conduta. Confesso que resisti e ainda resisto, armado muitas vezes, com a colaboração e o apoio de Marilene, pessoa fundamental deste processo criativo, vou removendo obstáculos e tocando pra frente o blog.
Ainda estou, em um lento processo de aprendizagem, tropeço, caio, levanto e prossigo na caminhada, árdua caminhada rumo ao meu intento. Estar aqui, é sempre, vivenciar uma nova experiência a cada dia.
É muito estimulante ler os amigos blogueiros, receber de braços abertos, novos visitantes e leitores. Criei o espaço, também, com este propósito, conhecer pessoas, conversar e de alguma forma interagir com o mundo blogueiro. Estava diante de uma nova linguagem. Um novo mundo se abriu, timidamente, comecei a viajar pelas ondas da web, atracando no blogger.com, este foi o meu norte.
Confesso que sou mais leitor do que escritor, no entanto, esta condição não impediu que eu fizesse esta experiência, tomando como fio condutor, de alguma forma a minha trajetória de vida. Foi o ponto de partida.Criado o espaço, pensei em vários títulos, o que prevaleceu foi Quitanda do Chaves.
Preferi ficar no âmbito doméstico e elegendo assuntos que estiveram ligados ao meu olhar, aos meus gostos e manias, enfim, ao meu universo de um sujeito da classe média e morador da cidade do Rio de Janeiro, com vivência nos bairros de São Cristóvão, Tijuca, Botafogo e Copacabana.
Ao falar de mim, desdobrei assuntos de interesse imediato, a presença do livro em minha formação e profissionalização.Anos 60, 70 e os seguintes, serão sempre abordados, como um dever de casa, sempre que possível será inserido em post da Quitanda.
Minha atuação no mundo do livro se faz presente no interior da Quitanda, aparecendo como livreiro, divulgador, vendedor pracista, distribuidor e editor.
O mundo das artes plásticas brasileira, é um item obrigatório neste espaço, com interesse básico de divulgar o artista, que estão submetidos sempre ao meu critério subjetivo de beleza e qualidade. Todos para mim, ocupam um lugar privilegiado no panorama das artes, daí a exposição nos corredores da Galeria da Quitanda. Admiro todos os artistas que passaram neste espaço, merecedores dos mais entusiasmados aplausos.
Quero registrar para as fontes consultadas,sempre creditadas, o meu muitissimo obrigado. Recomendo fazer uma visita aos diversos blogs e sites de artistas brasileiros, sempre vale a pena conhecer de perto.
Sou muito grato aos visitantes e amigos blogueiros, as quais, recomendo a visita e a leitura. Acho mesmo que são indispensáveis, interessantes e obrigatórios os seus espaços. Pensando melhor, acho, que é um dos caminhos para entender a nossa realidade e o brasileiro.

21 comentários:

Ivo Korytowski disse...

Vivam os blogs!!! E parabéns pra você nesta data querida...!

D'Noronha disse...

Salve, Wilton!
Parabéns pelo primeiro ano da Quitanda!
Sinto não tê-lo conhecido antes. Agradeço a visita e o link.
Um forte abraço,
Noronha.

Arlete disse...

Querido Amigo...
entrei aqui com o propósito de colher um pouco do muito de Você. Após ler seu texto, eu levanto-me desta cadeira que faz parte do dia-a-dia para
A P L A U D I - L O!
Sei que não precisarei explicar os motivos, não é mesmo?
***
Com sua permissão estou debaixo do varal, e dele recolho alguns poemas para o destino combinado.

***
Ler você, emociono-me.

Beijos.
Arlete

Jôka P. disse...

Wilton, Marilene e Ramon,
parabéns pelo primeiro aniversário desse blog que é sem dúvida um dos melhores da blogsfera !
Tudo de bom !
Jôka P.

Marcia Lustosa disse...

Querido estou passando rapidinho porque o Christian está aqui e eu quero curti-lo todo o momento.
Bjãoooo Wilton tenha uma lindo final de semana juntinho de Ramon e Marilena fique com Deus.

Janaina Staciarini disse...

Ainda bem que você passou de leitor a escritor. Imagina privar-nos de tudo isso aqui...
É maravilhoso!!
Um superbeijo, Wilton! Feliz Aniversário ao Quitanda!

denise disse...

Nossa, que alegria! Este museu virtual é um presente pra nós mortais! Parabéns por tua sensibilidade e criatividade! Beijo no Ramom!
abraço, garoto

Lena disse...

Que bacana passar por aqui e encontrar ícones da arte mato-grossense, bacana mesmo. Guilherme Dicke é um escritor mto respeitado no estado e está sendo homenageado em Portugal em uma peça do livro que ele escreveu.
Basaia então, nem se fala. Mulher que não guarda a arte para si, a divide, multiplica com os mais pobres, o que é lindo. Ela faz do seu trabalho uma espécie de sacerdócio, é incrível!
Parabéns!!!Bjo!

Neide Matsumoto disse...

Eu nunca tenho muito tempo,trabalho muito e escrevo pouco lá no meu blog saara(porque pouca gente vai lá e quando vai,não comenta,o que me frustra muito).Hoje estava por lá e achei um a ida sua,por isso vim aqui conferir e o seu blog é mesmo lindo.Gostei muito e virei outras vezes.Escrever faz bem pra alma e pro ego.Voltarei mais vezes.

elianne disse...

Meu querido parabéns!!!!
fico feliz em tê-lo pertinho na blogosfera.
teu blog é ótimo e é um sucesso.
Bjão, elianne

Silvio Vasconcellos disse...

Parabéns amigo, Wilton!

Seu espaço hoje é necessário para todos nós, blogueiros. É uma casa, com a cara do dono. Tem família, tem paredes com lindos quadros, tem uma biblioteca vastíssima e, acima de tudo, tem janelas que escancaram ao mundo tua percepção sobre as coisas.
Um grande abraço!

Sílvio

ps: O Antes que Anoiteça está chegando ao fim... nessa semana entrará em sua segunda parte, quando os olhos de Marília revelarão muita coisa sobre seu pai. Volte lá, que as portas estarão abertas até que anoiteça.

Saramar disse...

Wilton, meus parabéns!
E meus agradecimentos a você que, com este blog maravilhoso, encanta, informa, diverte e nos dá tantos carinhos.
Daqui doze meses, continuares aqui, admirando você, seus pintores e seus textos.

Beijos e uma ótima semana.

Silvio Vasconcellos disse...

Amigos leitores do Antes que Anoiteça!
Obrigado pelas visitas na primeira parte do conto.
A partir de amanhã, 28/03/06, o conto passa para uma nova fase, quando os olhos de Marília assumem a condução da narrativa, juntando os retalhos deixados por seu pai.
Novamente, agradeço as visitas constantes e deixo, por enquanto as portas abertas, porque antes que anoiteça, elas se fecharão.

Sílvio

Jane Marques disse...

Meu querido Wilton! Parabéns! Que emocionante seu post. Adoro sua visita lá na vida em movimento, isso me faz permanecer com ele e me motiva a fazer boas escolhas. Um grande beijo no coração.
Sua amiga blogueira.
Jane

Lia Noronha disse...

Wilton: precisamos fazer uma grande festa...afinal uma data assim não pode passar em branco!
O Quitanda é pura Arte e engrandece a todos que o visitam diariamente!
Parabéns!
Beijos bem carinhosos diretamente do meu Cotidiano.

Vera Fróes disse...

Wilton, seu blog faz aniversário e vc não disse nada quando me visitou. Uma pena. Mas vai o meu parabéns atrasado mesmo. Que vc nos brinde com o seu espaço por muito anos ainda. Um espaço de cultura e do bem não pode acabar.
Um abraço para a marilena que tem te dado uma força e um beijo na bochecha do Ramom por ensinar vc a teclar.
Bjos para os três.

Jonas Prochownik disse...

Wilton, meu filho jôcaP me indicou teu blog. Gostei e pretendo voltar sempre. Abrs. do Jonas.

Wilton disse...

Olá!
Quero deixar registrado, os meus agradecimentos pelas simpáticas presenças e os comentários feitos, aqui neste espaço, por vocês leitores e blogueiros.Aos amigos blogueiros que recentemente conheceram a Quitanda,sou muito grato, os recebo com muito carinho.
Preferi comemorar o Ano I da Quitanda, desta maneira, sem muito alarde e dando prosseguimento, a idéia de preservar o espaço, mesmo não possuindo a assiduidade que tinha incialmente.
Um grande abraço.

Lia Noronha disse...

Wilton: vim retribuir a sua carinhosa visita ao meu Cotidiano hj.
Boa noite...e espero em breve encontrar aquelas maravilhosas poesias no varal do Quitanda,ok?
Beijos da amiga de sempre.

Diana disse...

Olá.....
Que venhma muitos mais Wilton....
Estaremos sempre com vc.....
Parabéns....
Bjs...

Jonas Prochownik disse...

Muito bom o blog, parabens. Bom finde, Jonas.